Acesso à informação

Serviços  

   

Artigos e Publicações  

   

Artigos

Projeto Dom Helder apóia criação de nova Feira da Agricultura Familiar

Detalhes

Jornal De Fato - 30/01/2008

 

Upanema - Tudo pronto para a criação de mais uma Feira da Agricultura Familiar no Território Sertão do Apodi. Dessa vez será no município de Upanema com inauguração prevista para o dia 11 de fevereiro em frente ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR), próximo a feira livre do município.

 

De acordo com o planejamento realizado com a presença de 46 agricultores cadastrados, serão ofertados mais de 36 produtos da agricultura familiar para a população upanemense. O maior destaque da feira é que todos os produtos vegetais são produzidos de maneira limpa, sem agrotóxicos e sem outros produtos sintéticos da indústria.

 

O fortalecimento dos espaços de comercialização de produtos da agricultura familiar faz parte da estratégia de apoio ao setor que o governo federal vem realizando através do Projeto Dom Hélder Câmara (PDHC) e seus parceiros, no Território Sertão do Apodi.

 

No município de Upanema as entidades que prestam serviço de assessoria técnica em parceria com o PDHC são: a Cooperativa Terra Livre e o Núcleo Sertão. Outros parceiros importantes desta ação foram: o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Upanema, Fórum das Associações, Emater e a Prefeitura Municipal de Upanema.

 

No final do ano passado foi criada a Feira da Agricultura Familiar de Olho D’água do Borges, que tem apresentados ótimos resultados. A Feira de Upanema é a segunda a ser criada nesta empreitada e logo em seguida será a vez da feira do município de Campo Grande. “O Projeto Dom Helder vem discutindo com trabalhadores de outros municípios, como Apodi, Caraúbas, Janduís e Umarizal, onde já existe a feira, formas de apoiar o fortalecimento desta ação nestes municípios”, explicou o engenheiro agrônomo José Wilson Tavares.

 

Serão investidos na feira de Upanema cerca de R$ 20 mil reais para estruturar 10 barracas padronizadas e adquirir os demais utensílios necessários para o funcionamento da feira como balança, mesas, cadeiras, fardamento, embalagens, além de um amplo investimento em divulgação e comunicação.De acordo com Paulino Neto, presidente do STR de Upanema, o apoio a comercialização se traduz em uma ação das mais importantes, pois o agricultor sempre encontra dificuldade em fazer a venda de seus produtos. “Quando o agricultor vende o produto diretamente ao consumidor, pratica-se um preço mais justo e o trabalho da agricultura familiar passa a ser mais valorizado”, complementa.

 

A comissão organizadora da feira e todos os parceiros têm trabalhado intensivamente para levar a população upanemense a conhecer e comprar os produtos da agricultura familiar e assim estabelecer um novo marco no processo de desenvolvimento local, onde o consumo é atendido pela produção local, gerando renda num ciclo interno de circulação da moeda.

   

Galeria de Imagens  

   
   
© Projeto Dom Helder Camara