Acesso à informação

Serviços  

   

Artigos e Publicações  

   

Artigos

Jovens começam a colher produção orgânica

Detalhes

 

Jornal De Fato - 30/01/2008

 

Apodi - Oportunidade e cidadania. Esse é o objetivo do projeto Juventude Rural, que oferece a oportunidade aos filhos de agricultores do interior do Rio Grande do Norte a produzir a partir do seu próprio trabalho. Os trabalhadores do Projeto de Assentamento Paraíso, a 25 km da cidade, já estão colhendo e comercializando os produtos produzidos na horta orgânica plantadas pelo grupo de jovens da comunidade. O trabalho foi iniciado no dia 25 de novembro do ano passado e desde o primeiro mês que eles estão tendo retorno com o trabalho.

 

A horta, plantada ao lado do assentamento, tem apenas 1.500 metros quadrados, porém até o momento só está sendo utilizado metade desse espaço, o suficiente para que os 14 jovens envolvidos comecem a construir seu próprio espaço na comunidade. A venda de produtos como coentro, cebolinha, alface e beterraba está servindo para que eles construam o seu primeiro caixa, que os ajudará a aumentar a produção quando necessário. Todo o dinheiro arrecadado até o momento está sendo guardado e só será utilizado por ambos, quando a horta estiver dando o retorno esperado.

 

Com o aumento das vendas o grupo já pensa em plantar o restante da área. Uma das coisas que surpreendeu o grupo foi que os maiores consumidores dos produtos é a própria comunidade e as localidades vizinhas. “Não esperava vender os produtos com tanta rapidez, nem que conseguisse compradores aqui onde moramos. As pessoas do sítio Lajes do Meio, aqui do lado, são nossos maiores clientes”, explica o agricultor Dorivan Oliveira. Toda quinta-feira, eles saem de bicicleta para vender os produtos nas redondezas.

 

Francisco Rejânio de Góis pretende colocar os produtos para vender nas feiras de agricultura familiar existente no município. A idéia é unir a produção do Paraíso com as das comunidades de Reforma e Banburral para voltar a aquecer a Feira da Agricultura Familiar do Apodi, promovida pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais. Outra proposta é colocar um estande numa exposição de produtos orgânicos que será iniciado após o carnaval através da Adserer, associação que visa oportunizar com geração de emprego e renda os jovens locais.

 

Outra expectativa desse projeto virá através da Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB) que deverá começar a comprar a produção das hortas do Juventude Rural através da Cooperativa da Agricultura Familiar (COAFAP). Os produtos adquiridos pela Companhia são distribuídos para as escolas da região. “Com essas possibilidades teremos de expandir nosso trabalho, e além de plantar o restante que ainda falta na área escolhida, talvez seja preciso ampliar ainda mais”, comentou o jovem José Wilson de Góis.

 

   

Galeria de Imagens  

   
   
© Projeto Dom Helder Camara